I'M NOT A ROBOT (EU NÃO SOU UM ROBÔ) - CRÍTICA



Annyeonghaseyo pessoas!

Olha eu aqui novamente para mais uma #quartadedoramas.
O dorama dessa semana é um que eu assisti a algum tempo atrás e achei super fofinho e engraçado, com uma temática bem bacana também. 

Antes de começarmos, me contem uma coisa: como vocês acham que seria a vida de vocês se, "do nada", vocês desenvolvessem uma espécie de "alergia" aos seres humanos a ponto de quase morrer caso alguém encoste em você?

Essa é a triste vida do nosso protagonista em Eu não sou um Robô. Mas, antes de continuar contando um pouco dessa história para vocês, deixe-me apresentar o elenco!


ELENCO PRINCIPAL & PERSONAGENS



YOO SEUNG HO como KIM MIN KYU

Eis que vos apresento Kim Min Kyu o personagem central de toda a trama de Eu não sou um Robô.

Kim Min Kyu aparenta ser um homem mimado com poucas habilidades sociais, entretanto o fato de precisar evitar o contato físico com outras pessoas o tornou paranoico e isolado, o que dá a impressão de que é esnobe.
A personalidade dele às vezes chega a ser um pouco irritante, mas no decorrer da trama não tem como não criarmos uma empatia por esse personagem, ainda mais depois que todo o contexto em torno da sua história triste é explicado.


CHAE SOO BIN como JO JI-AH / AJI-3

Pensem numa personagem fofa e engraçada, mas ao mesmo tempo forte e independente. Pensaram? Essa é a Jo Ji-Ah. É impossível não rir, não se emocionar e até não se inspirar em determinadas cenas em que ela aparece. 

A relação entre ela e Kim Min Kyu é divertidíssima e garante boas risadas. Além de aquecer o nosso coraçãozinho a medida em que a trama vai se desenvolvendo e os personagens evoluindo.


UM KI-JOON como HONG BAEK-KYUN

Não podemos esquecer dele, o ex-namorado chato, insistente, que por não ter superado o fim do relacionamento acaba criando um robô idêntico à sua ex.
Tô falando de Hong Baek-hyun, um gênio da robótica, professor da área, e idealizador de toda a loucura na qual a nossa mocinha irá se envolver.




A HISTÓRIA

Inicialmente pode parecer algo meio sem pé nem cabeça, mas você acaba se rendendo tamanho o carisma dos personagens e lógico pelo enredo também.
Kim Min Kyu (Yoo Seung Ho) é dono de uma grande empresa, mas o dinheiro não o impede de ser um homem solitário, vazio, infeliz e (no mínimo) complexo. Devido a viradas inesperadas do destino ele  acaba precisando viver uma vida reclusa e difícil. Isto ocorre devido ao fato, que em sua infância ele descobre de uma rara doença que o impossibilita de ter algum contato físico com seres humanos e, consequentemente, inviabilizando o cenário de ter uma vida normal.

E é graças à essa condição de saúde do jovem Min Kyu, que Hong Baek-hyun enxerga uma grande oportunidade para limpar sua reputação.
Devido o seu fascínio por robôs, o doutor Hong Baek Hyun (Uhm Ki Joon) acaba oferecendo a Min Kyu a oportunidade de testar seu mais novo projeto: um robô de inteligência artificial chamado Aji 3 que pode comunicar-se perfeitamente, tem habilidades excelentes e uma incrível capacidade de aprendizado. Entretanto, antes que o teste comece um acidente ocorre no laboratório e a Aji 3 acaba quebrando. Sem tempo para conserta-la e correndo contra a maré o doutor Hong acaba tendo uma ideia perigosa que pode tanto destruir como promover o seu projeto.

Vocês já imaginam as reações em cadeia que esse plano do Baek Hyun causa na vida de todos, não é? Especialmente do Kim Min Kyu e da Jo Ji Ah e claro na dele próprio junto com toda sua equipe.


I’m Not a Robot apresenta-se como um K-drama perfeito para quem gosta de romances fofos, com cenas de humor (vergonha alheia) bem encaixados, personagens cativantes e uma história de plano de fundo bem fundamentada, que proporciona lições de vida surpreendentes.

Outro ponto positivo é a forma como o roteirista conseguiu evoluir os personagens, suas complexidades e características ao longo dos episódios. Tornando esse crescimento algo natural e a narrativa empolgante. Aos poucos somos estimulados a desvendar os segredos de cada personagem e entender o porque deles se comportarem de determinada maneira.

ONDE ASSISTIR

Infelizmente, I'm not a Robot não está disponível no catálogo da nossa querida Netflix. Então vou deixar aqui dois links onde vocês podem assistir gratuitamente:

VIKI é um dos streams de doramas mais conhecidos mundialmente, nele você pode assistir diversos doramas, de diversas nacionalidades, mesmo sem ter o VIKI pass (porém, recomendo que tenha, caso não queira ser interrompido no meio da cena).

Alguns fansubs como o Animes Cx também disponibilizam os episódios em suas plataformas de forma gratuita para quem não consegue assistir pelos streams ou não tem paciência para as propagandas.

No mais, é isso, espero que vocês possam dar uma chance a esse dorama e gostem dele tanto quanto eu.
Vejo vocês na próxima semana para mais uma #quartadedoramas.



Tecnologia do Blogger.