The Circle Brasil Começou - REVIEW

Esse é um programa perfeito para o seu vizinho fofoqueiro



Seja sincero: em algum momento na vida você fez um perfil fake!
Ah não! Nunca mesmo?
Tem certeza? Nem naquele aplicativo de pegação você não melhorou uma foto? No antigo Orkut ou pra seguir aquele boy no Instagram? 
Não? Nossa, que puritanos!

Mas temos certeza que você adora saber da vida alheia! Fato, todos somos assim, está no nosso ser! Por isso, a nova série de reality show da Netflix, traz para o Brasil uma competição que já fez sucesso em outros países e logicamente, com o nosso jeitinho, tudo fica mais divertido!

Nove pessoas vão morar em um prédio, cada uma em um apartamento, porém elas não se conhecem e a única forma de comunicação é através do sistema Circle, todo comandado por voz. Nesta plataforma eles precisam criar o seu perfil, então adentramos o jogo em si, lá eles podem ser quem quiserem! Ou seja, de fotos falsas à registros reais, de profissões fictícias à atividades verdadeiras, as possibilidades para ganhar são grandes, mas só um sairá com o prêmio! 
Justamente a pessoa que for mais popular!

Vamos dar aquela espiadinha
No auge dos reality shows no Brasil (kkkk o auge) tivemos Casa dos Artistas, em uma época não tão gagá de Silvio Santos, o início do Big Brother Brasil, com os ótimos discursos de Pedro Bial (Tiago Leifert, cala a boca e vai tomar no * ) e o povo que comia coisas estranhas em No Limite
O que queremos dizer com isso? A gente tem uma paixão por ver gente confinada, entrando em conflito, discutindo, chorando, apaixonando, enganando e no final ganhando algo. É tipo o churrasco de domingo da família!

E aí no The Circle Brasil temos tudo isso! E os participantes são literalmente, um show à parte:
O nerd que é nerd e chato (tirem ele logo), a modelo que é muito bonita e "sofre por ser bonita" (Força guerreira), o hétero top que banca o médico (não dá pra entender o que ele fala), a sapatão se passando por um boy "padrão" (sério amiga?), a mina incrível que não liga pros outros (Marina rainha) e tá lá real, o gay cheio de personalidade (Poder das Poc, Dumaresq), o outro hétero top de academia (Famoso picolé de chuchu), o tiozão que se passa por mulher, mas não conseguiu esconder o machismo (Radiação, cuidado) e, a mina bi inteligente e jogadora nata (Lorayne Ícone)!

"Nossa, nesse resumo tem um favoritismo!"
É reality show, sempre tem! Aceita!


Ok, entendi! Mas por que assistir The Circle Brasil?
Por mais que tudo possa parecer um clichê é justamente por esse ponto que nos faz assistir um, dois, três, todos os episódios de uma só vez! É o famoso guilty pleasure (aquilo que você gosta, mas tem vergonha) que ocorre por uma coisa não tão boa, porém se torna um vício e essa série vicia! Deixa o espectador atento, querendo saber mais e torcendo pelas eliminações!
E sabe o que é legal também? Pessoas deixam o programa, contudo quando entra alguém novo, tudo muda! O jogo se torna outro, justamente porque os perfis podem assumir novas personalidades, mostrar outras características e errar feio!
Netflix, manda mais!

Ah! A Giovanna Ewbank é a apresentadora, divertida e belíssima como sempre!
Muito melhor que certo apresentador de reality atual brasileiro que carece de talento! 

Então, assistam The Circle Brasil e tirem suas conclusões!
Tecnologia do Blogger.