Não provoque: 1ª Temporada - REVIEW

Sejam agressivas!



Se tem uma coisa que o universo das séries já nos ensinou é que adolescentes fazem muita merda coisa errada!

De assassinatos à bulliyng, de roubos à violência física, esses seres vindos das profundezas de seus hormônios são capazes de realizar as façanhas mais terríveis quando se sentem incomodados, ameaçados e até mesmo, entediados! (Se fosse na minha casa, minha mãe já tinha providenciado uma louça pra lavar)

Então, agora temos mais novas figuras para acrescentar, ou melhor, líderes de torcida, apesar de que elas já são criaturas que recebem todo o estereótipo da maldade, porém parece que nessa produção há possibilidade de ir além! Mais? É, mais! Como se não bastasse os dramas que fazem!

Entretanto, se você está achando que a série é apenas frustração adolescente, está enganado:

Quando a nova técnica das líderes de torcida de uma escola chega, o incômodo paira no ar na vida das alunas, principalmente de Beth e Addy. A rigidez dos treinamentos e a postura de superioridade da professora passa a perturbar a amizade das jovens e assim segredos começam a ser revelados, traumas revirados e um crime irá fazer com que tudo mude!

Me contrata Netflix pra fazer sinopse

Mas por que eu deveria assistir?

Porque por mais que você não queira admitir, um drama jovem sempre possui espaço na sua galeria de produções de televisão ou streaming. Ok, você deve estar pensando: "Mas é igual a Elite e Riverdale, tem crime, sexo e adolescente fazendo coisas absurdas!"

Sim, soa como um "mais do mesmo"? Soa, em diversos momentos até paira um pensamento de: Eu já vi isso em outro lugar!
Porém, série que copia outra e faz coisas parecidas, a Netflix tá cheia não é mesmo e algumas ainda querem ser "cabeça", filosófica, discutir coisas sobre a vida... Sem tempo irmão!

Ao menos aqui, toda a loucura adolescente vai se juntar com situações reais como traumas, síndromes, transtornos, abusos, coisas que estão no cotidiano e muitas vezes se fazem despercebidas pelos adultos! E logicamente, todo mundo adora uma boa saliência na tela! (Não faz essa cara que você gosta)

E se nada disso te convenceu ainda, temos uma trilha sonora empolgante, uma fotografia executada de maneira precisa e uma atuação sensacional de Marlo Kelly (Beth).

Então, confira Não Provoque na Netflix!
E deixe seus comentários sobre a série aqui e também no nosso Instagram!
Tecnologia do Blogger.