Pesadelo na Cozinha: 2ª Temporada - REVIEW


A versão brasileira do reality show Kitchen Nightmares, Pesadelo na Cozinha, chegou a sua segunda temporada pela Rede Bandeirantes depois quase dois anos de espera. Comandado pelo Chef Erick Jacquin o programa se destaca da mesmice dos programas culinários da atualidade com uma com uma fórmula bem divertida, que consegue além de tudo emocionar muito quem está assistindo.

No reality show, Jacquin tem a missão de salvar um restaurante a beira da falência a cada episódio. Ele começa sempre analisando a aparência do restaurante, depois pede alguns muito pratos e julga também a qualidade da comida enquanto vai conhecendo os funcionários e donos do lugar. Por fim, ele olha a situação da cozinha. 

Na primeira parte do programa nós, conseguimos sentir muito e até mesmo entender o porque do estabelecimento ter chegado naquela situação, a má administração e gestão, falta de estrutura e muitas vezes uma decoração pouco atrativa. Com isso, já fica evidente a humanização do programa, os erros e falhas são tão humanos que na grande parte das vezes nós torcemos muito para que o lugar consiga evoluir e se restabelecer.


Depois disso as coisas começam a esquentar de verdade, quando Jacquin tem que observar como o lugar funciona quando os clientes chegam. A relação entre a equipe da cozinha e do salão, que sempre é bem tumultuada. Nesse momento o caos acontece, quando você começa a ter ainda mais empatia ou antipatia pelos personagens. No final da noite Jacquin reúne a equipe para para dar um feedback sobre o trabalho de todos e os problemas que ele identificou. É sempre um momento muito duro de autorreflexão, onde todos conseguem enxergar seus erros e o quanto de trabalho que eles tem pela frente.

No segundo dia, o Chef Jacquin ensina um prato que poderá ser usado no cardápio daquele dia e ele assume a direção do restaurante, todos agora devem se reportar a ele e assim segue a segunda noite de serviço. 

Depois disso o programa oferece a equipe ou os donos um dia diferente, que serve como um momento de descanso e mais reflexão, enquanto isso o restaurante passa por uma reforma completa, que é obviamente o que todos estavam aguardando mais ansiosamente. 


No último dia, quando que o restaurante está renovado e tudo parece estar completamente diferente, nova decoração e equipamentos, novo cardápio e muito mais, Jacquin avalia novamente o serviço da casa e agora é ainda mais exigente. Porém, depois de tanta coisa pelas quais passaram a equipe consegue superar todos os obstáculos e entregar um serviço de excelente qualidade superando todas as expectativas.

Pesadelo na Cozinha consegue ser muito divertido e reflexivo em cada um de seus episódios. O sonho de ter um restaurante pode servir apenas como um exemplo para qualquer outro sonho. 
O reality show consegue mostrar que a realidade de se ter um negócio nem sempre é tão glamourosa quanto parece, existem muitas dificuldades, estresse e muito trabalho duro por trás de tudo isso e às vezes nem sempre dá certo da forma que a gente espera. Mesmo com a essência de um de reality show, onde algumas vezes os conflitos têm que ser um pouco forçados, o programa consegue mostrar que com força de vontade, desejo de mudança e aprendizado a gente consegue reverter qualquer adversidade.
Tecnologia do Blogger.