Ads Top

Dixit e as possibilidades da imaginação - ESPECIAL

Uma imagem realmente vale mais que mil palavras



Você já pensou em quantas referências da cultura pop passam pela sua mente todos os dias? Quantos filmes, livros, séries, músicas, você já teve contato e lembra com facilidade?
Se a sua resposta foi quase impossível de ser calculada, temos um jogo de tabuleiro para indicar que certamente será perfeito para quem consegue transformar a imaginação em pontos durante a partida. Diretamente de uma expressão em Latim, conheça o Dixit, um boardgame que envolve cartas que fará com que as habilidades criativas dos jogadores estejam em prática a cada momento do jogo, ou melhor, cada movimento do seu coelho no tabuleiro.

A História


Primeiramente, Dixit é uma palavra que vem do Latim que significa "ele/ela/aquilo disse". O que tem tudo a ver com as imagens que são apresentadas a nós durante a partida do jogo e a forma como ela nos remetem a situações ou elementos conhecidos.
Jean-Louis Roubira é o criador do jogo, mas antes disso, terapeuta e psiquiatra infantil que sempre gostou de jogos e baseou a ideia do Dixit em uma brincadeira que costumava fazer com os amigos nos anos 80: uma pessoa escolhia uma palavra aleatória no dicionário e criava um significado novo para ela, que fizesse sentido de acordo com a sonoridade. Os demais jogadores precisavam descobrir qual era a definição correta. Ou seja, os primeiros "esboços" da mecânica de votação, associações e criatividade já apareciam no pensamento inicial do autor, lá por 2002.
A primeira versão do Dixit foi "apresentada" ao público em 2005, na verdade Jean-Louis utilizou como ferramenta para ajudar jovens a se comunicarem melhor em suas sessões de terapia. Logo, outros centros de terapia começaram a solicitar o Dixit para ser usado em seus tratamentos. Assim, tempo depois o jogo foi lançado oficialmente pela desenvolvedora Libellud e em pouco tempo as cartas de Dixit conquistaram a França, a Europa e o mundo.


A mecânica do jogo

No Dixit, os jogadores assumem o papel do contador de histórias - o narrador.
O narrador da vez deve olhar as 6 cartas em sua mão e, sem as revelar aos outros jogadores, falar uma frase, nome de lugar, algo,  sobre ela. Os outros jogadores devem então selecionar uma carta (também secretamente), de suas mãos, que mais combina com a frase dita pela narrador. O narrador embaralha todas as cartas recebidas e as revela sobre a mesa.

Para começar:

Abra a trilha de pontos e coloque-a no centro da área de jogo.
Cada jogador escolhe uma cartela de votação e coloca o coelho da cor correspondente na casa 0 da trilha de pontos. Embaralhe as 84 cartas e distribua 6 para cada jogador. As cartas restantes formam a pilha de compras.
- Em uma partida com 3 a 6 jogadores, cada jogador recebe somente 1 pino de votação (de qualquer cor).
- Em uma partida com 7 a 12 jogadores, cada jogado recebe 2 pinos de votação (de qualquer cor).

Tirando as expansões, que são várias, existem duas versões do jogo principal:



Dixit - Original
Lançado em dezembro de 2008, o jogo inclui 84 cartas, 06 coelhinhos de madeira, Regras, Tabuleiro, 36 tokens de votação e as ilustrações são de Marie Cardouat.


Dixit - Odyssey
Lançado em 2010, o jogo inclui 84 cartas, 12 coelhinhos de madeira, Regras, Tabuleiro, 24 tokens de votação e as ilustrações são Piérô e Marie Cardouat.
O Odyssey foi uma modificação do jogo original, com novas regras e cartas, permitindo que até 12 pessoas participem das partidas.

As Imagens


Um dos grandes diferenciais e atrativos de Dixit está em suas cartas. Marie Cardout é responsável pelos desenhos nas versões de jogos base (nas expansões outros artistas também colocaram seu trabalho no jogo). Cada ilustração lembra um livro infantil, colorido, surreal, repleto vivacidade e movimentação em seu traço. Por mais que os elementos apresentados pareçam aleatórios nas cartas, as imagens dialogam entre si, fazendo o papel de resgatar na memória do jogador aquilo que mais lhe fará alguma referência. Desde cartas que aparentam algo belo, simples e tranquilo, à imagens que assustam, causam estranheza e espanto. Logicamente, tudo isso faz parte da dinâmica proposta para as adivinhações durante a partida!

Quando assisto as pessoas jogando Dixit, às vezes as vejo descobrir sua própria criatividade pela primeira vez. Eles percebem que são capazes de criar algo, mesmo muito simples como uma palavra pessoal, e é uma revelação para eles. Eles não sabiam disso antes. Talvez seja uma das razões pelas quais o Dixit é tão popular. Talvez seja um jogo que revele às pessoas que eles mesmos são criadores.
Jean-Louis Roubira, criador do Dixit

Dixit é um boardgame que possibilita caminhos distintos para a imaginação. 
Para todo aquele que gosta de usar suas referências da cultura pop, a cada nova partida, o trilhar pelo tabuleiro se torna uma forma de lembrar de filmes, músicas, séries, artistas, frases que poderão ser reconhecidas pelos demais jogadores.
Desenvolvido com todos os elementos lúdicos assertivos, além de ilustrações belíssimas e surreais, juntar os amigos, alinhas os coelhos e distribuir as cartas irá render horas de uma diversão através da criatividade, da memória e da linguagem que cada um possui. Ao final demonstrando que palavras e imagens, neste caso, tem um valor pra lá de arrebatador!

Gostou de Dixit? Está querendo jogar?
É só ir até a Loja Nerd's, que fica em Jardim Caburi, em Vitória, e adquirir o seu!

No Brasil, Dixit é distribuído pela Galápagos.
Tecnologia do Blogger.