Ads Top

Memórias de Alhambra - Review



Annyeonghaseyo pessoas!

Quem por aqui estava com saudade de um review de dorama levanta a mão \o/. Hoje vamos falar de Memórias de Alhambra, um dorama original da nossa querida Netflix. Comecemos então conhecendo o elenco à frente dessa produção.


ELENCO


Hyun Bin

Ele interpreta Yoo Jin-woo  diretor executivo da empresa de investimentos J-One Holdings. Doutor em Engenharia, talentoso no desenvolvimento de jogos. Descrito como destemido, aventureiro e cínico. E também, personagem principal da nossa trama.


Park Shin-hye

Ela interpreta duas personagens aqui. A primeira é a nossa protagonista Jung Hee-joo, dona de uma hospedaria chamada Bonita Hostel, ex violonista clássica que mudou-se com a família para a Espanha para estudar, mas acabou tendo que assumir vários empregos temporários para ajudar a avó em casa, após a morte dos pais. Ela também interpreta Emma um NPC no jogo AR criado por seu irmão Se-joo.


Park Chan-yeol

O rapper do grupo de K-pop EXO interpreta Se-joo, um jovem recluso, o gênio por trás da  criação do jogo de realidade aumentada e irmão mais novo de Hee-joo.

SOBRE O QUE É MEMÓRIAS DE ALHAMBRA?

Para começar, esse é um dorama que aborda temas antes nunca abordados nos doramas coreanos (ao menos não em alta proporção) e nem mesmo no mundo dos jogos de RA (realidade aumentada).

SINOPSE

Depois de receber um e-mail sobre um jogo AR inovador sobre batalhas medievais em Alhambra, Yoo Jin-woo (Hyun Bin), CEO de uma empresa de investimentos especializada em dispositivos ópticos, viaja para Granada, Espanha para conhecer o criador do jogo, Jung Se -joo (Park Chan-yeol). No entanto, Se-joo está desaparecido e lá, ele conhece sua irmã Jung Hee-joo (Park Shin-hye), dona do albergue que ele hospeda e ex-guitarrista. Ambos se envolvem em incidentes misteriosos, e a fronteira entre o mundo real e o mundo AR construído pela Se-joo começa a embaçar”.




Confesso que, quando li a sinopse logo me interessei pelo fato de uma produção coreana estar se arriscando tanto assim - quem assiste as produções percebe que normalmente elas tendem a seguir um tipo de padrão e dificilmente fogem disso. E quando o fazem ou o projeto fica muito bom, ou vai por água abaixo.
Não posso negar que a produção em si é fantástica, localidades lindíssimas e que trazem a trama todo um ar especial, se encaixando bem com aquilo que ela se propõe. Efeitos visuais incríveis e bastante realista que vez ou outra podem fazer a gente se confundir sobre o que é real ou sobre o que é o jogo.




Uma coisa que me surpreendeu bastante foi a atuação do Chanyeol. Eu o acompanho desde o debut no EXO mas ainda não tinha visto nenhum de seus trabalhos como ator. É fantástico, mesmo ele aparecendo poucas vezes.
O elenco em si trabalha muito bem, há muita química entre todos e você consegue perfeitamente comprar a história de cada um – embora em determinados pontos, a vontade seja de jogar uma bomba em determinados personagens, mesmo odiando você acaba comprando a história de cada um.




Minha decepção mesmo ficou por conta de alguns furos no roteiro. Nada exorbitante que me fizesse desistir na metade, mas que no mínimo incomodam por saber o potencial a história teria se fosse mais bem explorada. Entendem o que quero dizer? É aquele tipo de dorama que te dá várias “dicas”, faz você construir toda uma teoria e um final na sua cabeça, e aí...




Memórias de Alhambra marca o retorno do ator Hyun Bin às telinhas após 3 anos longe – e alíás, tá de parabéns, voltou com tudo! - De modo geral, eu recomendo. É um bom dorama, com uma temática diferenciada e com uma história que te prende. É difícil escrever sobre sem dar quaisquer spoiler então, assistam e tirem suas conclusões! 
Tecnologia do Blogger.