Ads Top

O Que Star Wars Representa - ESPECIAL

Em uma galáxia não tão distante nasceu uma das sagas mais importantes da cultura pop



Quando a orquestra começa ecoar e o letreiro em amarelo sobe na tela, fica quase impossível segurar a emoção. Desde o primeiro episódio lançado, que na verdade era o quarto, Star Wars arrematou uma legião de fãs de diversas gerações, fazendo com que as aventuras de Luke, Leia, Han transcendesse a sétima arte e conquistasse lugares que não haviam sido explorados por uma produção cinematográfica. 
Se formos pro lado mais pessoal, eu tinha oito anos de idade quando fui apresentado a franquia de George Lucas, meu pai fez essa proeza. Foi paixão ao primeiro momento em que Darth Vader surgiu adentrando a nave da Princesa Leia. Ele me explicava quem eram os personagens, o que faziam, para onde estavam indo. E todo aquele conceito, narrativa, que depois eu descobriria como Space Opera, me fez apaixonar ainda mais pela arte do cinema. Me fez apaixonar por essa tão espetacular guerra nas estrelas. 

Mas o que Star Wars representa?

Um dos grandes trunfos da saga é ter uma história que é capaz de cativar antigos e novos admiradores. Unindo conceito dos Samurais, planetas exóticos e um poder que tudo envolve, os olhos de qualquer nerd brilham quando o assunto é falar de Jedi, Sith e a Força!
Quando reassistimos a trilogia original, sem qualquer alteração ridícula do seu criador, ficamos impressionados com a capacidade da época de criar efeitos visuais e ambientações que retratam lugares que até hoje fazem parte do imaginário de muitos fãs.
Ao mesmo tempo, os elementos da jornada do herói, que na verdade Lucas mal sabia que estava bebendo dessa fonte, se fazem presentes em Star Wars desde o episódio IV: Um jovem que é chamado a aventura e descobre que tem poderes além da sua compreensão, um mestre, um antagonista com uma familiaridade com o herói. Um clássico das histórias fantásticas que ganhava um toque ainda mais incrível: batalhas que aconteceriam no espaço!

George Lucas cuidou de cada detalhe de sua produção, a ponto de algumas pessoas perderem a paciência com o diretor, porém o fato era iminente, se tratava de um projeto arriscado. Já que os estúdios na década de setenta não estavam mais interessados em financiar histórias que continham efeitos especiais. Entretanto o risco foi aceito e em uma época onde o cinema estava pautado na temática urbana, surgem naves cruzando o céu, um vilão de capacete e espadas laser, ou melhor, sabres de luz. Ao mesmo tempo, "bebendo" de clássicos de filmes de guerra e jornadas de heróis solitários, o diretor então trouxe elementos que marcariam época! Uma delas é a trilha sonora composta por John Williams, que até hoje faz parte da franquia e que se distingue de tantas outras que o cinema já apresentou. 
Logicamente um fenômeno cultural e mercadológico iria transpor inúmeras barreiras.
Desde a tão conhecida revolução através do merchandising, onde brinquedos de Star Wars eram vendidos sem o conteúdo, apenas a caixa, para que quando chegassem fossem entregues ao comprador, à diversas outras mídias que foram sendo conquistadas pelo blockbuster: literatura, games, boardgames, séries, animações, vestuário, o que foi possível apresentar ao público levando o título da história foi feito, e tem sido realizado atualmente.


Assim, a cultura pop que conhecemos deve muito ao que Star Wars representou através das décadas, pois diversos outros filmes utilizaram referências a trilogia clássica para então contar histórias. Logo essa popularização da saga ajudou nos últimos anos na forma como narrativas com temáticas parecidas eram vistas por investidores e público, saindo do ostracismo e ganhassem uma notoriedade ímpar.
Tudo isso fez com que a saga tão conhecida também ganhasse novos rumos.
Com uma trilogia inédita criada, um público que não havia tido contato ainda com os Jedi passou a conhecer e acompanhar as jornadas que já eram da cultura dos admiradores mais antigos. Principalmente ao nos trazer uma nova visão representativa para dentro do universo de Star Wars, onde novos personagens ganharam destaque, voz e momentos tão icônicos quanto aqueles que fizeram muitas pessoas ficarem emocionadas. Tudo isso fruto de um legado que há muito tempo teve a sua frente Carrie Fisher, Mark Hamill, Harrison Ford, Peter Mayhew e tantos outros. Pois uma história quando é marcante se torna atemporal, assim como aqueles que fizeram parte dela.

Star Wars representa uma mudança drástica no cinema de blockbuster, da mesma forma que elevou o nível das produções com efeitos visuais, fazendo com que uma marca superasse a barreira temporal, e alcançasse um público e um mercado que não havia sido imaginado para sua época de lançamento. São 42 anos desde que o público assistiu pela primeira vez a Uma Nova Esperança, e tanta coisa mudou: A Millennium Falcon não tem mais o seu principal piloto, assim como aquele que interpretava o fiel Chewie nos deixou recentemente. O herói da saga envelheceu e a princesa que não seguiu nenhum dos padrões estabelecidos, se uniu a força!
Talvez essa seja a grande representação de Star Wars na cultura pop, sua história consegue gerar um sentimento maior do que simplesmente torcer pelo mocinho, ou ver o "bandido" perder, é o poder de unir pessoas diferentes com o mesmo propósito, ver na tela uma batalha épica onde a grande recompensa é o espetáculo a cada cena.

Porque neste dia 04 de maio que se aproxima somos um com a força e a força está em nós!
Tecnologia do Blogger.