O Futuro da Marvel: Parte I - Quadrinhos - ESPECIAL

22 filmes, dez anos de cinema, mas o que poderá acontecer daqui pra frente?



O Universo Cinematográfico Marvel se tornou o projeto da sétima arte, baseado em quadrinhos, dos últimos dez anos que mais levou pessoas as salas de cinema. Ao mesmo tempo, o MCU se encarregou de apresentar personagens desconhecidos, estabelecer grandes sagas além de fazer de suas produções grandes eventos onde o fato de sermos espectadores se torna parte tudo o que a Casa das Ideias é capaz de fazer.
O que muitos se perguntam é o como será o futuro da Marvel após Vingadores - Ultimato? Por mais que façamos inúmeras listas do que outrora foi dito nos filmes ou nos apegarmos as falas de membros da equipe, a fonte maior sempre será os quadrinhos.

Nesta última produção dos maiores heróis da Terra encontramos inúmeras referências a nona arte, desde diálogos, sequências de ação e até uniformes, mas falaremos disso em outro texto.
Os rumos que poderão ser tomados aqui são ilimitados, principalmente que agora a Marvel tem estabelecido uma trindade de cenários narrativos: místico, cósmico e terreno. Desta forma, poderemos adentrar aspectos ainda mais monumentais, traçar guerras com entidades e até mesmo, com aqueles que nasceram tomados por um grande poder! 
Assim, separamos três possíveis sagas que poderão servir de inspiração para as próximas fases do Universo Cinematográfico Marvel:

Dinastia M



E se tivéssemos o oposto do que acontece em uma das sagas mais catastróficas dos quadrinhos?

Nos quadrinhos: Enquanto os X-Men e os Vingadores decidem o futuro da agora insana Feiticeira Escarlate, ex-vingadora e heroína mutante, Pietro se encontra com o pai, Magneto, em Genosha para tentar salvar a vida de sua irmã gêmea, mas o pai diz que não pode fazer nada.  
Minutos depois, os heróis chegam para poder encontrar Wanda e quando Charles Xavier desaparece de suas vistas, os X-Men e os Vingadores vão atrás de quem havia feito aquilo. Chegando perto de uma igreja em ruínas, eles veem um clarão que envolve a todos. 
A partir daí, todos têm realidades diferentes. Cada herói tem uma vida totalmente oposta das que vimos até o momento, os que não eram conhecidos se tornam famosos, alguns casam, outros se tornam bandidos ou apenas ganharam vidas normais. Uma nova realidade para os mesmos guerreiros.
Entretanto, os heróis começam a recuperar as memórias de seu passado, das vidas que tem na verdade, assim, partindo para um contra-ataque a quem causou tudo aquilo, a Feiticeira Escarlate.
Diante de toda tensão, Wanda, nutrindo o o ódio para com a humanidade, promove mais uma modificação no universo, decidindo que o mundo não precisa mais de mutantes, deixando apenas 118 deles ilesos ainda com seu gene X ao falar a frase: "Chega de Mutantes"!

Nos cinemas: Wanda perdeu muitas coisas desde sua primeira aparição no universo Marvel dos cinemas. Sua terra natal, seus pais, seu irmão gêmeo e por último, o seu amor. Tudo isso poderia levar uma das mutantes mais poderosas (agora também podendo levar essa nomenclatura) a loucura, usando os seus poderes não para dizimar, mas para criar seres tão poderosos que seriam capazes de enfrentar aqueles que não a ajudaram a manter o que tinha a salvo, Os Vingadores.
Possibilidades existem pois a heroína sozinha já demonstrou poderes mais do que ilimitados e seu histórico de instabilidade pode se agravar ainda mais graças as consequências das últimas produções, apesar de uma série já estar sendo planejada. De qualquer forma, seria incrível acompanhar uma saga com esta e suas proporções altamente destrutivas.

Vingadores vs. X-Men



Um confronto que todos nós gostaríamos de ver!

Nos quadrinhos: A força Fênix está retornando a Terra.
Novamente está em busca novamente de uma mutante específica, Hope, que foi a primeira nascida mutante depois dos acontecimentos da Dinastia M. Ao mesmo tempo, alguns poderes da jovem começam a despertar justamente por conta da aproximação da entidade cósmica. Nisso, o Nova avisa os Vingadores da chegada da Fênix, que acreditam estar em busca da mutante para se tornar a nova hospedeira. E ao irem ao encontro dos X-Men, querendo a custódio de Hope, os heróis começam então o seu conflito que estende por diversos locais. 
Quando finalmente a Fênix se aproxima, Hope percebe que não irá aguentar todos os poderes, já que seu plano era controlar a entidade, só que ao não conseguir ela pede ao Wolverine que a mate, entretanto o mutante não consegue. Nisso, Tony Stark utiliza uma arma para então destruir a força cósmica, porém sem sucesso, fazendo com que a mesma se divida em cinco partes, assumindo então o corpo de outros mutantes: Ciclope, Colossus, Emma Frost, Namor e Magia.

Nos cinemas: Com a compra da Fox pela Disney, os X-Men poderão ser utilizados dentro do Universo Cinematográfico da Marvel, por mais que Kevin Feige ainda diga que não é o momento, além disso o próprio Universo Quântico apresentado, gerando poderes a alguns personagens, pode ser um meio para aparição dos filhos do átomo nas telonas.
E assim, essa chegada poderia causar um certo desconforto por parte dos Vingadores, a ponto de ir ao confronto contra esses seres tão poderosos e suas ações. Logicamente, a saga dos quadrinhos se trata de uma entidade específica, mas aqui, poderíamos questionar não apenas a utilidade de seus poderes, também suas intenções e capacidade de auxilio. Lembrando que os Acordos de Sokovia poderiam ser reinstaurados, causando também uma privação no uso do poder mutante.
Ou seja, de qualquer forma, seria interessante ver esse conflito antes de uma união decisiva entre os heróis!

Guerra Secretas (1984)


Poderíamos então reunir todos os heróis e vilões em um confronto maior que Ultimato!

Nos quadrinhos: Tudo começa quando vários heróis da Terra acordam em uma nave espacial em um ponto desconhecido do universo. São heróis de três grupos diferentes: Os Vingadores, contando com a presença do Capitão América, Capitã Marvel (Monica Rambeau), Gavião Arqueiro, Homem de Ferro (James Rhodes), Thor, Vespa, e a Mulher-Hulk. Os X-Men, que no caso eram o Professor X, Noturno, Tempestade, Ciclope, Colosso, Wolverine, Vampira e Magneto, e o Quarteto Fantástico, porém apenas o Sr. Fantástico, Tocha-Humana e o Coisa. Além deles também estavam o Homem-Aranha e o Hulk. Não demorou muito para descobrirem que existia uma segunda nave, e que ela estava abrigando vários supervilões.
De repente, em frente aos dois grupos, uma galáxia inteira foi destruída. Logo, vários pedaços de rocha, vindo de diferentes mundos espalhados pelo universo, começaram a juntar, formando um novo planeta. Assim, vilões e heróis, são levados ao Mundo de Batalhas, onde começaram uma guerra secreta entre si, na intenção de agradar a entidade interdimensional chamada Beyonder.

Nos cinemas: Podemos reunir diversas gerações de heróis aqui.
Aqueles que já passaram, aqueles que ainda precisam ser apresentados e até mesmo, aqueles que já nos deixaram, pois o Mundo de Batalhas nos entrega múltiplas possibilidades de ações para quem colocar os pés naquele local. Além disso, conflitos cósmicos já estão na lista de missões dos Vingadores, o que não lhes causaria nenhuma surpresa.
Outro fato interessante é que nessa saga, em uma possível adaptação, X-Men e Quarteto Fantástico poderiam adentrar o panteão de guerreiros, o que faria total sentido, já que os antagonistas de suas histórias também poderiam ser aproveitados aqui em diversos momentos!

Podemos ficar especulando durante horas, mas nossa intenção é mesmo mostrar que as possibilidades de roteiro são inúmeras, assim como os próximos algozes dos nossos heróis. O que nos resta agora é aguardar ansiosamente por essa nova era da Marvel no cinema, trazendo tudo aquilo que já fazem tão bem e estabelecendo novos personagens para nos identificarmos. E como diria o Capitão América: Avante Vingadores! 
Até porque acreditamos que o melhor ainda está por vir!

Não esqueça de ler a nossa crítica de Vingadores - Ultimato clicando aqui!
Tecnologia do Blogger.