Ads Top

Nossos Favoritos da Marvel #EspecialMarvel

Porque a gente ama a Casa das Ideias no cinema


Ter a oportunidade de assistir aos heróis que acompanhamos e gostamos nos quadrinhos em boas adaptações é o que a Marvel tem nos proporcionado nesses dez anos de existência do seu universo cinematográfico. Trazendo heróis desconhecidos para os holofotes, permeando um caminho de humor, aventura e ação, chegando na representatividade e nos preparando para o épico, que será Guerra Infinita, cada um de nós tem o seu filme favorito!

Assim, a Redação de Cinema do Geek Guia hoje comenta quais são as produções que mais agradam cada um dos redatores e ocupam um lugar especial neste Universo Cinematográfico Marvel.
Confira:


Willian Weber - Avengers: Os Vingadores

Escolhi Vingadores por ser a primeira grande reunião dos heróis Marvel no cinema. E ouso dizer, a primeira e melhor reunião do gênero na sétima arte.
Joss Whedon mescla ação, humor, aventura, os dilemas dos personagens, sem deixar a gravidade da ameaça de fora. Utilizando brilhantemente Loki como vilão principal, a Batalha de Nova Iorque é tão épica quanto o plano em que a câmera gira em torno da equipe revelando a primeira formação e a união dos mesmos em tela. Proporcionando também momentos icônicos como a interação entre Thor e Hulk durante a batalha, fora as inúmeras referências ao universo da cultura pop.
Vingadores abriu as portas do Universo Marvel para possibilidade ainda nãos vistas, sejam espaciais ou diminutas. Temos então a consolidação dos maiores heróis da Terra dispostos a lutar até o fim, e ainda que não a defendam, certamente irão vingá-la.


Moisés Martins - Doutor Estranho

Em uma história de herói já conhecida, aonde um homem normal sofre uma tragédia e vem a se tornar algo maior, “Doutor Estranho” chega para introduzir ao MCU o mundo da Magia dos Quadrinhos da Marvel.
Um filme muito bem produzido e cheio de novidades, Dr. Stephen Strange nos apresenta toda a versatilidade do mundo da magia que chega abrindo portas para uma infinidade de possibilidades na linha cinematográfica da Marvel, principalmente para sua próxima grande produção.
Além de uma joia do infinito (A do Tempo), efeitos visuais, piadas hilárias, o filme nos dá um Doutor Estranho muito bem interpretado por Benedict Cumberbatch, que possivelmente será uma das peças chaves para ligar essa gigantesca lista de heróis e heroínas já apresentados nesses 10 anos de MCU.
Universos paralelos, magias, bizarrices, a capacidade do estranho, diferente e coisas além da imaginação é o que “Doutor Estranho” vem trazer para um dos filmes mais esperados na historia do cinema atual, Guerra Infinita. Que assim, utilizem o melhor desses atributos presentes e venha a se tornar um marco no cinema nerd atual.


Marina Miranda - Homem de Ferro

 Eu escolhi o Homem de Ferro, por duas coisas: A primeira, é que Downey Jr, é meu crush desde Chaplin, e a segunda, porque Tony Stark é o amor da minha vida dos quadrinhos. A importância que esse filme tem para o MCU, é óbvia: O COMEÇO DE TUDO. Nesse filme nós vemos o jovem Tony Stark descobrindo o mal que suas armas traziam quando caídas em mãos erradas, e vemos também um amadurecimento de certa forma, sobre o modo que ele leva sua vida. Acho que o mais legal é a forma que é mostrada a evolução do personagem, e como os eventos que aconteceram com Tony, acabam fazendo com que ele veja o poder, — e por poder, eu quero dizer sua inteligência, e não só o dinheiro —, pode ser usado para algo completamente fora da caixa. Algo que ele nunca imaginou, ser um herói, fazer o bem, e essas coisas. Mas sem essa coisa de escoteiro, apenas um playboy, que gosta de ajudar a humanidade. E a importância que esse filme tem para mim, é que eu amo, simplesmente amo a história do Homem de Ferro, esse cara, fanfarrão, que vive a vida sem ligar para as pessoas ao seu redor, tem sua vida completamente mudada depois de uma experiência de quase morte, tendo seu “coração” ligado a uma bateria de carro para afastar estilhaços de algo que ele mesmo criou, chegassem ao seu coração. E a ligação forte que Tony acaba tento com o Yinsen, e como ele fica devastado quando vê que seu plano de salvar os dois não daria certo, isso acaba o impulsionando a não desperdiçar sua vida com futilidades, algo que o amigo diz a ele: “Aproveite e não desperdice sua vida”. E talvez com essas palavras, ele acabou impulsionando Tony a ser a melhor versão dele mesmo, e nos dando hoje, esse cara foda, que mesmo que as vezes pareça maluco (que físico/cientista/mecânico, não é?!), tem um coração enorme, mesmo que ele queira dar uma de durão.   


Mariana Milholo - Capitão América: O Soldado Invernal


Eu não poderia deixar de falar dela, a melhor de todas, que pisa em todos os outros dessa linda casa das ideias: Capitã América: O Soldado Invernal.
Essa foi a primeira (do que logo se tornaria muitas) participação dos maravilhosos irmãos Russo (Joe e Anthony) no Universo Cinematográfico da Marvel e é, para mim, até hoje o melhor longa metragem que a empresa desenvolveu no MCU. Joe e Anthony mudaram o tom que os filmes da Marvel costumavam ter, antes muito coloridos, engraçados e cartunescos, nos trouxeram um filme de espionagem mais sério e realista. Steve Rogers finalmente sai de um personagem um tanto quanto "ingênuo" para alguém que percebe que nem tudo que seu governo faz é certo. Sodado Invernal também nos entrega uma das melhores dinâmicas entre personagens contidas no MCU, Chris Evans e Scarlett Johansson trabalham muito bem juntos e possuem uma química absurda que nos faz querer mais filmes com seus dois personagens trabalhando em equipe. O mesmo pode ser dito para Anthony Mackie que se une a dupla mais para frente no filme. Soldado Invernal tem também um dos melhores "vilões" da Marvel, a empatia criada por Bucky Barnes no primeiro filme da trilogia do herói americano nos faz entender muito bem o conflito que Steve sente ao ter que enfrentar seu melhor amigo. Não tenho nem palavras o suficiente para expressar o quanto esse filme é incrível, direção, fotografia e trilha sonora perfeitas, cenas de lutas sensacionais (quem pode esquecer a cena do elevador?!) e uma cena maravilhosa da Viúva Negra discursando no final do filme são apenas alguns elementos do que fazem esse filme o melhor do MCU.

O Universo Cinematográfico Marvel continuará nos trazendo grandes histórias e até mesmo, mudando rumos do gênero de super-heróis/quadrinhos na sétima arte. E sorte a nossa de poder a cada fase vibrar com tantos personagens e tramas! Como diria o grande criador de tudo isso: Excelsior! 
Tecnologia do Blogger.