Ads Top

E a Comic Con Experience? Vale a pena?

Toda experiência de participar de uma Comic Con envolve um misto de emoções.
Elas começam do momento em que se embarca no avião, se estende até o local onde ficará hospedado e culmina na feira onde a celebração da cultura pop acontece de diferentes formas.
O fato é que se espera sempre algo épico de um evento deste porte...

...Mas quem ainda não conhece esse evento sempre fica aquela pergunta: Vale a pena mesmo?

Tentarei te responder com a experiência que vivenciei ano passado.

Quando saímos daqui na quarta-feira, 06/12/2017, a tarde já estávamos ansiosos com tudo o que poderíamos vivenciar nos quatro dias de feira. Já tínhamos um roteiro básico do que seria feito e a expectativa de que tudo acontecesse da melhor forma possível era altíssima. E aconteceu!

Nosso primeiro dia foi para conhecer e percorrer aquele mundo chamado de Comic Con Experience, estandes, Artist's Alley, lojas, tudo era um deslumbre e logicamente, um teste grandioso para paciência. Pois nada melhor que enfrentar filas já no início. Porém, valeu a pena, principalmente quando temos a oportunidade de encontrar e conversar com pessoas que se admira, sejam quadrinistas como Gustavo Borges, Cris Peter e Felipe Cagno, ou produtores de conteúdo como Gaveta, Jovem Nerd, Carol Moreira. Encontrar quem também partilha da alegria de percorrer mundos diversos é um momento sem igual.

E assim, os dias que seguiram foram justamente para colocar à prova todo nosso preparo, ou não, em enfrentar o despertador, chão frio, fome, sono e cansaço, pois todos eles te levam a um único lugar, o auditório principal da Comic Con. Os tão disputados painéis são como chefes de fase que você vai derrotando um a um, e como recompensa, você ganha conteúdos exclusivos, premiere de filme, entrevistas, até mesmo, camisetas.

Fox, Disney, Marvel, Sony, Netflix, Warner, Globo, Maurício de Souza, cada empresa soube aproveitar, umas mais do que outras, o seu tempo no palco, trazendo algo novo (exceto aquela que mandou a gente guardar o celular no saquinho, Warner), seja um trailer, making off, entrevista, vídeo-chamada, brindes, cenas inéditas da produções, ou seja, quando adentramos aquele espaço, nos unimos a outros 3999 corações que pulsam em desfrutar com todos os sentidos o poder que o universo nerd possui.

Poderia ficar detalhando cada acontecimento dentro e fora das apresentações, mas o ponto importante deste texto é dizer para você, que está chegando ao final do mesmo o seguinte: Vá a uma Comic Con!
Muito mais que as filas, que o acordar na madrugada, que os perrengues que surgem, a experiência de poder partilhar com outras pessoas da emoção é fenomenal. Quando menos você espera, um novo amigo já entrou pro grupo, quem estava perto da sua cadeira é alguém que partilha de um gosto semelhante ou vai chorar junto contigo quando a Pixar terminar de exibir sua nova obra.

Se você me perguntar: Como foi a Comic Con Experience?
Eu poderei responder com a seguinte palavra, encontros! Encontramos nossos heróis, nossos criadores de mundos, nossos valentes, encaramos nossos vilões, encontramos pessoas com gostos iguais ou totalmente diferentes, encontramos nossos ídolos, aqueles que admiramos, e eles estavam ali, sorrindo, conversando conosco, nos abraçando!
E nós nos encontramos, ficamos mais amigos, dormimos, acordamos, comemos, brigamos, rimos, choramos, e tudo termina em um abraço coletivo e a promessa de que em 2018 estaremos lá!
Tecnologia do Blogger.