Ads Top

O Poder do Universo Marvel do Cinema - ESPECIAL

De fase em fase, Kevin Feige fica mais rico!


Iniciado em 2008 com  Homem de Ferro, o Universo Cinematográfico Marvel tem rendido não apenas boas aventuras, sua presença na sétima arte tem feito com que outras produções busquem inspiração e até mesmo distância da tão famosa "fórmula" de se fazer sucesso. Mas o fato é o seguinte, o poder do MCU é muito maior do que simplesmente seis gemas do infinito!

Falar da Marvel no cinema é falar de diversos problemas até chegar ao sucesso, e isso inclui péssimas produções com heróis importantes, a quase falência da editora anos anteriores, a saída de Avi Arad. A Casa das Ideias possuía boas histórias, o que faltava era execução de forma decente.
Assim, em 2007, um comitê criativo, liderado por Kevin Feige, elaboram o projeto do universo compartilhado com os heróis que ainda estavam sob o direito do recente criado Marvel Studios. 
A ideia era que cada super-herói ganhasse seu longa metragem de origem, e após, todos se unissem em um crossover. 

E não é que deu certo!?

Anualmente, somos apresentados a no mínimo três produções dos heróis criados por Stan Lee e Jack Kirby, cada uma contando sua própria história, entretanto, como uma peça de quebra-cabeça, encontra lugar exato para que o próximo "Grande evento" tome forma.

Desde 2012 estamos sendo preparados para chegada de Thanos, grande antagonista do universo Marvel, esse caminho já percorreu os filmes do Thor, Capitão América, Guardiões da Galáxia, Vingadores, Doutor Estranho. Cada elemento novo apresentado, cada personagem inserido é um novo remendo em uma colcha de retalhos que traz consigo as grandes aventuras que construíram a infância de muitas pessoas.

E eis o poder do universo Marvel, fazer com que os grandes heróis se unam de forma quase palpável nas telas. O poder de adaptar histórias conhecidas, ainda que distantes dos quadrinhos em diversos momentos e tomando certa liberdade criativa. É possível ver hoje o Thor arremessando o martelo, o Hulk perdendo a calma, os golpes quase impossíveis da Viúva Negra, e o egocentrismo de Tony Stark. 

Os Vingadores, produção que reuniu pela primeira vez os principais heróis do estúdio é a comprovação desse poder. Em uma determinada sequência da batalha em Nova Iorque, o diretor, Joss Whedon, faz a questão de passar a câmera em torno dos personagens, ali finalmente o MCU foi estabelecido para os fãs. 
E foi quando milhares de marmanjos foram as lágrimas, pois finalmente, Os maiores heróis da Terra estavam juntos em batalha!

Quando o cinema, aliado com grandes histórias, consegue proporcionar o sentimento de nostalgia, misturado com deslumbre de tornar as aventuras reais, se consegue muito mais do que simplesmente estabelecer uma marca, se consegue realmente criar um universo de possibilidades.

Entre erros e acertos, novos e antigos heróis, a Marvel segue sua fórmula de sucesso, para muitos desgastada e repetitiva, para outros, assertiva e coesa em suas propostas. Opiniões divergentes existem, entretanto, o Universo Cinematográfico continuará por um longo tempo, fazendo com que jamais esquecemos de que é possível transpor para telas aquilo que estava apenas em nossa imaginação. Opa, encontramos outro poder! Excelsior!
Tecnologia do Blogger.