Ads Top

E o Oscar 2017 foi para...

Deixando claro: Warren Beatty não é o culpado! 

Tudo o que uma cerimônia do Oscar pode e se espera que ela seja, é glamourosa, surpreendente, até porque estamos falando de Hollywood. Entretanto, de um começo diferente, musical e divertido, os inúmeros erros da apresentação colocam em cheque não somente a organização da Academia, mas a sua credibilidade nesta e em edições anteriores!

Jimmy Kimmel foi de piadas com Trump, a Meryl Streep e soube conduzir de maneira leve e sem exageros a premiação. Logicamente, o roteiro exigiu novos momentos de interação com a plateia, ao estilo Ellen, porém a mesma fórmula pode não resultar na mesma coisa pela segunda vez. Ainda assim, o mestre de cerimônias da noite conseguiu recuperar a empatia do público para com aquele que está frente desta noite do cinema.

Mas vamos ao que nos interessa: Os vencedores da noite.

Mahershala Ali confirmou o favoritismo e levou a premiação de ator coadjuvante por Moonlight, da mesma forma, e com um discurso emocionante, Viola Davis finalmente foi premiada, por sua atuação em Fences.
Nas categorias técnicas algumas surpresas aconteceram, Esquadrão Suicida arrebatou o Oscar por Cabelo e Maquiagem em cima do excelente trabalho de Star Trek - Sem Fronteiras, Animais Fantásticos levou o de Melhor Figurino, e Melhor Edição ficou com Até o Último Homem, quebrando a mítica de quem ganha Edição, recebe o de Melhor Filme.

E os momentos óbvios começaram, Zootopia ganhou em Melhor Animação, La La Land  conquistou quatro estatuetas técnicas, Melhor trilha sonora original, Melhor Canção Original ( City of Stars), Cinematografia e Design de Produção; Já Mogli - O Menino Lobo confirmou o excelente trabalho de efeitos visuais. Mancherster à Beira-Mar ganhou por roteiro original e Moonlight por roteiro adaptado, desbancando The Lobster, La La Land, e A Chegada.

Por fim, as categorias principais nos confirmaram os favoritos e uma delas proporcionou o que se tornou o momento mais vergonhoso do Oscar em 89 anos da premiação.

Damien Chazelle conquistou a premiação na categoria de Melhor Direção, pelo ótimo trabalho em La La Land, e é preciso ressaltar que o mesmo já merecia desde Whiplash.
Na categoria de Melhor Ator, Casey Affleck desbancou Denzel Washington por sua atuação em Manchester à beira-mar, e Emma Stone afirmou o que já era esperado, levando na categoria de Melhor Atriz!

E ao final, quando as cenas dos candidatos a melhor filme já haviam se encerrado, Warren Beatty e Faye Dunaway leram no envelope o grande vencedor da noite: La La Land! Produtores e elenco subiram ao palco, comemorações, discursos, e quase três minutos depois deste momento, espera! Algo de errado aconteceu, o envelope aberto não era o correto, por engano, o documento com a informação de Melhor Atriz se repetiu, causando uma confusão no palco, deixando apresentadores constrangidos tendo que consertar o momento!

Ajustes feitos, envelope correto aberto, e da boca do produtor de La La Land, que já estava com uma estatueta nas mãos, se ouviu: O melhor filme foi Moonlight!E assim, Barry Jenkins, elenco, e equipe subiram ao palco para receber o prêmio devido. Logicamente, de forma rápida, Jimmy Kimmel encerrou a premiação, deixando o sentimento de constrangimento no ar.

O Oscar 2017 nos demonstrou a capacidade da Academia de mudanças e ao mesmo tempo causou uma estranheza com relação a sua organização, principalmente, quando é necessário correções ao vivo. Os discursos foram dos mais simplórios e rápidos, aos carregados de emoção e de críticas sociais, principalmente pelo momento que o país atravessa em sua presidência.

Entre gafes cometidas, pessoas vivas declaradas mortas, e bandeiras que atingem cantoras, salvaram-se todos. Pode ser que a cerimônia não seja a favorita da grande maioria, mas certamente, será a mais comentada por um bom tempo!

Abaixo você confere a lista completa de vencedores:

Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali por "Moonlight
Melhor Atriz Coadjuvante: Viola Davis por Fences
Melhor Maquiagem e Cabelo: Esquadrão Suicida
Melhor Figurino: Animais Fantásticos e Onde Habitam
Melhor Documentário: O.J. Made In America
Melhor Edição de Som: A Chegada
Melhor Mixagem de Som: Até o Último Homem
Melhor Filme Estrangeiro: O Apartamento (Irã)
Melhor Curta Animado: Piper
Melhor Animação: Zootopia
Melhor Design de Produção: La La Land
Melhores Efeitos Visuais: Mogli - O Menino Lobo
Melhor Edição: Até o Último Homem
Melhor Documentário Curta-Metragem: The White Helmets
Melhor Curta-Metragem: Sing
Melhor Fotografia: La La Land
Melhor Trilha Sonora Original: La La Land
Melhor Canção Original: City of Stars
Melhor Roteiro Original: Manchester à Beira-Mar
Melhor Roteiro Adaptado: Moonlight
Melhor Direção: Damien Chazelle por La La Land
Melhor Ator: Casey Affleck por Manchester à Beira-Mar
Melhor Atriz: Emma Stone por La La Land
Melhor Filme: La La Land... ops... Moonlight
Tecnologia do Blogger.