Ads Top

Leitura da Vez: Escolhas

Você tem algum sonho guardado?


Sempre acreditei no poder que a leitura possui. A forma como nos transporta para lugares fantásticos e nos faz vivenciar aventuras que são praticamente impossíveis, se fazem presentes a cada virada de páginas. E existem aquelas leituras que tocam no mais profundo dos sentimentos, que nos fazem não apenas presenciar coisas novas a cada parágrafo, mas tem o poder nos trazer memórias que há muito tempo estavam esquecidas.

João Humberto desde criança queria ser um super-herói, na verdade, ele queria ser o primeiro super-herói do mundo. Motivado pelas histórias do Lobo Cinzento, ele mantém o sonho vivo dentro de si, entretanto, com o passar dos anos, as responsabilidades da vida passam a afastar o jovem daquilo que tanto almejava, daquilo que escolheu viver.

Escolhas é uma Graphic Novel que teve seu projeto financiado através do Catarse em 2016. Com roteiro de Felipe Cagno, arte de Gustavo Borges e cores de Cris Peter. A cada página folheada é perceptível o trabalho exímio e a união entre história, desenhos e cores. Tudo funciona numa maestria ímpar, de uma beleza que as vezes parece simplória, mas acaba por se revelar uma obra de arte sem igual. 

Assim, o roteiro nos brinda com uma história que trabalha o gênero clássico do super-herói envolto a elementos realistas, nos trazendo questionamentos a cerca dos nossos sonhos. das nossas escolhas e das consequências que os mesmos tem em nossas vidas. Os diálogos, carregados do cotidiano, irão fazer qualquer um lembrar de momentos onde algo parecido aconteceu.

O desenho é cheio de personalidade, ora com elementos dos clássicos da Era Ouro, ora beirando a modernidade, faz com que exista uma movimentação e fluidez em cada página. Isso em ritmo as cores que, além de colocar um pouco mais de vida aos traços, transmitem os sentimentos vivenciados pelos personagens de um jeito belíssimo.

Quando terminei Escolhas fiquei um tempo quieto pensando em alguns sonhos da minha vida. Consegui recuperar lembranças da infância, coisas que eu queria ser quando crescesse e desejos que mudariam não apenas a minha vida. Então, o "ser adulto" aconteceu, e pra muitos desses sonhos me tornei o João Humberto. Mas assim como protagonista eu não desisti. Continuei e continuo tentando, talvez essa seja a grande mensagem dessa história: apesar das tuas escolhas, continue tentando viver os sonhos que te motivam. 
No meu caso hoje, ao postar esse texto, tenho o privilégio de publicar essas palavras em um destes sonhos realizados, pois todos temos um pouco de João Humberto! Todos fazemos escolhas!

Escolhas
Ficha técnica
História: Felipe Cagno
Arte: Gustavo Borges
Cores: Cris Peter
Editora: Novo Século/ Selo Geektopia
Ano: 2017
Tecnologia do Blogger.